Loading

Privacidade

Caro Senhor/a,

 

Desejamos lhe informar que o Decreto-Lei número 196 de 30 de junho de 2003 (“Código em matéria de proteção dos dados pessoais”) prevê a proteção das pessoas e de outros sujeitos em relação ao tratamento dos dados pessoais.

De acordo com a lei, este tratamento será baseado em princípios de legalidade, correção e transparência e de proteção da sua privacidade e dos seus direitos.

 

Nos termos do artigo 13 da Lei n.196/2003, oferecemos as seguintes informações:

1. Os dados fornecidos pelo senhor/a serão tratados com a finalidade de realizar os serviços de reserva turística e de pedidos de informações ou de disponibilidade no site covodeisaraceni.it.

2. O tratamento será efetuado de forma informatizada.

3. O fornecimento dos dados é obrigatório, pois na falta deles não é possível fazer reserva, responder ao pedido de disponibilidade ou de informação. A falta do fornecimento de dados determina assim a ausência da continuação do contrato ou do processo de pedido.

4. Os dados serão informados exclusivamente às pessoas necessárias ao cumprimento do contrato de reserva ou dos pedidos efetuados. Não será feita qualquer outra divulgação dos dados além desse âmbito.

5. O proprietário do tratamento dos dados é:

Covo dei Saraceni di T. Savino & C. snc

Via Regina Giovanna, 5

84017 Positano (SA)

6. O responsável pelo tratamento dos dados é:

Covo dei Saraceni di T. Savino & C. snc

Via Regina Giovanna, 5

84017 Positano (SA)

7. A qualquer momento você poderá exercer os seus direitos em relação ao proprietário do tratamento dos dados, de acordo com o artigo 7 da Lei 196/2003, que para sua conveniência reproduzimos integralmente:

Decreto Legislativo n.196/2003,

Artigo 7 – Direito de acesso aos dados pessoais e outros direitos

1. O interessado tem o direito de obter a confirmação da existência ou não dos dados pessoais que lhe dizem respeito, mesmo que não tenham sido ainda registrados, e à comunicação dos mesmos de forma inteligível.

2. O interessado tem o direito de obter a indicação:

a) da origem dos dados pessoais;

b) da finalidade e métodos de tratamento;

c) da lógica aplicada em caso de tratamento realizado com auxílio de instrumentos eletrônicos;

d) da identidade do proprietário, dos responsáveis e do representante designado de acordo com o artigo 5, inciso 2;

e) das entidades ou das categorias de entidades às quais os dados pessoais podem ser comunicados ou que podem vir a tomar conhecimento dos mesmos, na qualidade de representante designado no território do país, dos responsáveis ou encarregados.

 

3. O interessado tem o direito de obter:

a) a atualização, retificação ou, quando interessado, a integração dos dados;

b) o cancelamento, a transformação de forma anônima ou o bloqueio dos dados processados ​​ilegalmente, incluindo os dados cuja conservação não é necessária para os fins aos quais foram coletados ou posteriormente tratados;

c) a certificação de que as operações descritas nos itens a e b foram notificadas, também no que se refere ao conteúdo, para aqueles a quem os dados foram comunicados ou divulgados, exceto se tal exigência se revelar impossível ou envolver o uso de meios manifestamente desproporcionais ao direito protegido.

 

4. O interessado tem o direito de se opor, no todo ou em parte:

a) por motivos legítimos ao tratamento de dados pessoais que lhe dizem respeito, embora pertinentes para efeitos da coleta;

b) ao processamento de dados pessoais que lhe dizem respeito para fins de envio de material publicitário ou de venda direta ou para a realização de pesquisas de mercado ou de comunicação comercial.